[Resenha] Caixa de Pássaros – Josh Malerman

Ei pessoas, tudo certo com vocês?

O livro que vou falar hoje não tem nadaaaaaa a ver com o estilo de livros que eu gosto, eu tenho pavor a qualquer coisa que seja de terror, que tenham monstros sinistros ou demônios. Eu fico muito impressionada, sonho, fico sem dormir, enfim, um drama danado. Mas como os meus livros que tinha comprado no mês haviam acabado, peguei um dos livros do meu marido. Ele tinha me contado mais ou menos a história, e falou que não era nada que fosse me deixar com medo depois, então resolvi ler.

Então vamos ao livro Caixa de Pássaros…

Caixa-de-Passaros (1)

Sinopse

Quatro anos depois de as mortes terem começado, há poucos sobreviventes em Michigan. Malorie e seus dois filhos pequenos estão entre eles. O trio faz parte do grupo que tenta resistir em um mundo no qual abrir os olhos pode ser fatal. Vivendo em uma casa abandonada, Malorie e os filhos não sabem o que se passa do lado de fora. Sempre com as janelas e portas cobertas e sem comunicação com o exterior, o local é uma área isolada no meio do caos. Até o momento em que uma misteriosa neblina atinge a região e Malorie toma uma decisão que adiou por muito tempo. Após quatro anos trancados, Malorie e as crianças fogem da casa em um barco a remo na esperança de encontrar um lugar distante do surto que matou todos ao seu redor. De olhos tapados, os três encaram uma viagem assustadora rumo ao desconhecido. Com uma trama cheia de suspense e terror psicológico, Caixa de pássaros explora a essência do medo em um mundo pós-apocalíptico.

BookTrailer

O que achei

Como falei antes, não tem nada a ver com o que eu costumo ler, mas por falta de opção e um pouco de interesse por ser um livro num mundo pós- apocalíptico resolvi ler.

O livro começa citando casos de violência extrema contra outras pessoas e após isso, quem cometeu o crime se suicida. Fiquei chocada com a mãe que enterra os filhos vivos e depois se mata com partes de um prato quebrado. Conforme esses casos vão aumentando, na TV e na internet, basicamente só aparece sobre esses casos e como eles estão crescendo de forma rápida, atingindo várias regiões diferentes. Sem saber exatamente o porquê as pessoas estão enlouquecendo e cometendo essas atrocidades, os jornalistas presumem que tem alguma “coisa” andando entre as pessoas, que quando elas vêem enlouquecem e acabam cometendo esses crimes. Como quem viu não vive para contar, as pessoas ficam na incerteza se realmente é isso que esta acontecendo.

Nesse meio tempo,com suspeita de que esta grávida, Malorie e a irmã saem para comprar um teste de gravidez, e observam que a cidade esta meio vazia, algumas pessoas tapam as janelas com papelão, cobertores ou tábuas e alguns estão andando na rua com a cabeça baixa ou com vendas nos olhos, e outros que estão dirigindo tentam evitar o máximo olhar para os lados. Com isso a irmã de Malorie começa a ficar desesperada de verdade e resolve também tapar as janelas e se isolar do restante do mundo.

Após um descuido a irmã de Malorie também é atingida pela tal “coisa” e se mata. Malorie se vê sozinha no mundo com um filho na barriga para criar, logo resolve ir atrás de um abrigo que viu no jornal para quem precisasse. No abrigo ela conhece cinco pessoas e acaba ficando muito amiga do Tom, e que também é o líder do abrigo. A casa tinha comida enlatada, um poço e parecia ser bem segura. Porém Malorie se perguntava o tempo todo se teria condições de ter e criar a criança naquela casa. Além das condições de higiene que eram ruins, a comida que iria acabar em alguns meses, ela convivia com outras pessoas, essas que poderiam se afetar e ter um deslize a qualquer momento pelo o que estava acontecendo fora da casa.

O livro é toda na visão da Malorie e intercala o presente com o passado, e conforme o livro vai passando as coisas se encaixam perfeitamente. O livro é muito tenso, super tenso! Mas não tem nada que me deu motivo para não dormir. Eu gostei bastante, mas não entrou nos meus favoritos. Por que? Ele foca somente na tensão e não adianta esperar, não vai explicar o que é a tal “coisa” ou de onde veio. Além do que eu falei ali em cima, acontecem algumas coisas importantes no livro, que mostra que os animais também são afetados pela “coisa”, e outras bem sinistras também, mas que se eu falar aqui vai estragar o livro. Mesmo não explicando a origem da “coisa” vale muito a pena ler o livro, principalmente para quem gosta de tensão, sem falar que o livro é daqueles que você senta e quer lê tudo num dia só.

Comentários sobre o livro:

“Eleito um dos 11 melhores livros de estréia de 2014 pela Kirkus Reviews e uma das melhores obras de 2014 pelo site Book Riot.”

“Para aqueles que dizem que não há mais idéias originais de histórias de terror, Malerman mostra que há algo novo para contar.”

USA Today

“Malerman usa a narrativa alusiva para criar um thriller fascinante que os fãs de Stephen King vão adorar.”

Publishers Weekly

“Deve ser lido de uma só vez. Ninguém havia escrito uma história de terror como essa antes.”

Hugh Howey, autor de Silo

Até a próxima gente,

By Andressa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s