[RESENHA] A ELITE – KIERA CASS

Ei Pessoas,

Tudo bem com vocês?

Continuando com a trilogia de A seleção, hoje trago para vocês A Elite!

seleção 2

SINOPSE

A Seleção começou com 35 garotas. Agora restam apenas seis, e a competição para ganhar o coração do príncipe Maxon está acirrada como nunca. Quanto mais America se aproxima da coroa, mais se sente confusa. Os momentos que passa com Maxon parecem um conto de fadas. Mas sempre que vê seu ex-namorado Aspen no palácio, trabalhando como guarda, ela sente que é nele que está o seu conforto. Porém, enquanto ela está às voltas com o seu futuro, o resto da Elite sabe exatamente o que quer — e ela está prestes a perder sua chance de escolher.

O QUE EU ACHEI!?

Depois de percebemos que América estava ficando apaixonada por Maxon no primeiro livro, quando finalmente eles teriam um primeiro encontro de verdade… Quem aparece no palácio? QUEM? Lógico, Aspen! Isso não caiu só como uma bomba pra América, mas para mim também.

Após várias garotas terem ido/serem mandadas embora do palácio, restam agora apenas 6 selecionadas, sendo que Maxon já deixou bem claro que elas só estão ali até América ter certeza que é ele quem ela quer e que poderá ser uma princesa. Não que Maxon saiba que ela duvide de si mesma.

A cada momento no livro temos Maxon e América próximos e logo depois, brigando igual cachorro e gato. Ele até manda fazer uma festa especialmente pra ela e parece que ele vai pedir ela em casamento, ali, naquele momento…mas não acontece e logo depois desse momento mágico, mais uma briga horrível. Com isso, Maxon decide que é bom para ele conhecer de verdade as outras candidatas, mesmo América não gostando muito, ela sabe que ele está certo.

Com as brigas com Maxon e pontos de vista diferentes dos dois, quem acaba consolando América e dando o ombro amigo é Aspen, fazendo com que América fique mais na dúvida do que fazer. Acho que nesse ponto, ela começa a achar que Aspen é mais um prêmio de consolação do que ela realmente deseja. As coisas pioram para América porque o Rei deixa claro que não aprova sua postura e ela não é a candidata ideal para o filho dele. Parece que ela só está na competição ainda porque é uma cinco.

Da primeira vez que li o livro, lembro que torci muito para América largar tudo e ficar com Aspen, isso parecia o certo. Eu não me preocupei muito em tentar entender o lado de Maxon e achava que ele fazia muitas coisas que  não deveria fazer. Enfim, relendo, eu já torço totalmente pelo contrário, acho que América deve ficar com Maxon, e o que aconteceu entre ela e Aspen fica no passado e a amizade continua. Apesar de América e Maxon terem atitudes diferentes para lidar com as coisas, eles possuem basicamente o mesmo ponto de vista em relação ao que acontece em Illéa. Maxon evolui muito com o conhecimento de América do que acontece do lado de fora da vida do palácio. E ele é a pessoa que realmente pode fazer as coisas mudarem quando assumir a monarquia.

E vocês, torcem para que qual casal se forme no terceiro livro? Acham que o pai de Maxon vai sair do pé da América?

Espero que tenham gostado,

Até o próximo livro!

Andressa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s