[RESENHA] MAIS LINDO QUE A LUA – JULIA QUINN

Ei Pessoas,

Tudo certo com vocês?

Começando mais uma duologia da minha querida Julia, hoje vamos de Mais Lindo que a Lua! Infelizmente o segundo ainda não estava lançado quando comprei esse, não entendo porque não lançam os livros juntos.

9788580417975_1

SINOPSE

Foi amor à primeira vista. Mas Victoria Lyndon era a filha do vigário, e Robert Kemble, o elegante conde de Macclesfield. Foi o que bastou para os pais dos dois serem contra a união. Assim, quando o plano de fuga dos jovens deu errado, todos acreditaram que foi melhor assim.

Sete anos depois, quando Robert encontra Victoria por acaso, não consegue acreditar no que acontece: a garota que um dia destruiu seus sonhos ainda o deixa sem fôlego. E Victoria também logo vê que continua impossível resistir aos encantos dele. Mas como ela poderia dar uma segunda chance ao homem que lhe prometeu casamento e depois despedaçou suas esperanças?

Então, quando Robert lhe oferece um emprego um tanto incomum – ser sua amante –, Victoria não aceita, incapaz de sacrificar a dignidade, mesmo por ele. Mas Robert promete que Victoria será dele, não importa o que tenha que fazer. Depois de tantas mágoas, será que esses dois corações maltratados algum dia serão capazes de perdoar e permitir que o amor cure suas feridas?

O QUE EU ACHEI!?

Poucos livros começam dessa forma, de cara já vemos Robert se apaixonando por Victoria a primeira vista. Mas não pense que foi só da parte dele não, Victoria também se apaixona por ele em apenas uma tarde. Dois meses se passam e eles já estão fazendo juras de amor um ao outro, só que o pai de Victoria não está nada feliz com o romance dos dois. Afinal, quando um conde irá se casar com a filha de um vigário? O pai dela acha que ele só quer usar dela e depois sumir. Ele manda Victoria terminar a corte, só que ela resolve conversar com Robert sobre isso. Robert então decide que é hora de conversar com o pai dele. A conversa não é nada boa, e Robert decide que fugir para casar é a melhor decisão.

No dia da fuga, quando Victoria já estava se preparando para sair pela janela, se lembrou de um quadro que a mãe havia pintado e que o pai prometera que seria dela no dia em que se casasse. Quando foi buscar, acabou fazendo barulho e o pai descobrindo o que ela pretendia fazer. Além de bater nela, o pai também a mantém amarrada. Depois de mais de uma hora esperando Victoria no local combinado e ela não aparecer, ele vai até o quarto dela e vê vitoria de costas para a janela, coberta e dormindo.

Os acontecimentos dessa noite, geram um monte de mal entendidos e quando Robert encontra Victoria 7 anos depois, ambos estão diferentes. A ligação entre eles é bem forte, mas Robert pensa que Victoria é uma interesseira e Victoria acha que Robert só queria usar dela.

Vi algumas resenhas falando mal de Robert, que ele foi ruim com Victoria. Mas eu não achei não, acho que as atitudes que os dois tomaram foram por causa de toda magoa guardada a tantos anos. Torci muito pelos dois e não via a hora de que descobrissem toda a verdade sobre aquela noite. E sofri quando vi que mesmo descobrindo a verdade a situação deles não se resolveu. To bem ansiosa pelo próximo, será que o par de Ellie vai ser o Basil?

Espero que gostem, até o próximo!

Andressa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s