[RESENHA] JOGOS DO PRAZER – MADELINE HUNTER

Ei Pessoas,

Tudo certo com vocês?

Continuando com a série dos Rothwells (que não tem tanto haver assim), hoje vamos do terceiro livro, partiu?

Jogos-do-prazer

SINOPSE

A bela Roselyn Longworth já aceitou seu destino. Depois que o irmão fraudou o banco em que era sócio e fugiu do país levando o dinheiro dos clientes, suas finanças ficaram arruinadas, assim como suas chances de conseguir um bom casamento.

Por isso foi fácil acreditar nas falsas promessas de amor de um visconde. Mas a desilusão não demorou a chegar: quando Rose não se sujeitou a seus caprichos na cama, o nobre se vingou leiloando-a durante uma festa em sua mansão.

Ela acredita que o destino lhe reserva um fim trágico. Ainda mais ao ser arrematada por Kyle Bradwell, um homem que venceu na vida pelo próprio esforço, mas não é bem-vindo nos círculos mais exclusivos.

Mas a jovem é surpreendida pela atitude dele, que a trata com um respeito e uma gentileza que ela não recebia desde antes do escândalo envolvendo o irmão. Quando Rose finalmente descobre o que está por trás do comportamento de Kyle, é tarde demais: já foi fisgada pelo homem que conhece seus segredos mais íntimos.

O QUE EU ACHEI!?

Depois de se iludir achando que Norbury estava apaixonada por ela, Rose descobre de uma maneira horrível que não era nada disso. Norbury leva Rose a uma festa no campo com seus amigos nobres, mas as acompanhantes eram prostitutas. Ao perceber o tipo de festa em que se encontrava quis ir embora, mas Norbury estava longe de terminar a humilhação contra Rose. Num rompante de raiva, ele decide fazer um leilão entre os ali presentes para poder passar a noite com ela.

Mesmo não sendo um nobre de sangue azul, Kyle aparentemente era o único cavalheiro. Ele dá um lance alto e consegue tirar Rose daquela situação e leva-lá para à casa da família em segurança. Mas a reputação de Rose já está arruinada e ela não vai mais poder ter contato com a irmã e a prima. Assim Christian faz uma proposta a Kyle, ele deve se casar com Rose para salva-la da desgraça.

Depois do casamento eles ficaram com alguns obstáculos,  são de mundos diferentes, Timothy também roubou de Kyle e o pior de tudo, Norbury, inimigo declarado de Kyle.

Eu não lembro detalhes do livro de Christian, então por enquanto esse foi o melhor dos 3. Acho que a forma como Kyle salva Rose, mesmo tendo seus interesses nela, é muito bonito. A forma como eles vão se conhecendo e aprendendo a gostar de quem eles são realmente é bem legal, tem toda uma história por trás, mas tudo gira em torno deles, só neles e os problemas que estão ligados diretamente a eles. Acho que a simplicidade de Kyle faz toda a diferença.

 

Espero que tenham gostado, até a próxima!

 

Andressa.

 

Anúncios

[RESENHA] LIÇÕES DO DESEJO – MADELINE HUNTER

Ei Pessoas,

Tudo certo com vocês?

Continuando com os Rothewell, partiu descobrir mais excentricidades dessa família?

LicoesDesejoNOVA15mm.indd

SINOPSE

Atraente, sutil e tentador, lorde Elliot Rothwell é um homem acostumado a fazer sucesso entre as mulheres e a conseguir tudo o que deseja delas.

Mas isso não se aplica a Phaedra Blair. A brilhante e exótica editora não parece disposta a ceder a seu pedido e cancelar a publicação das memórias de um membro do Parlamento que podem manchar o nome da nobre família Rothwell.

A pedido de seu irmão mais velho, o marquês de Easterbrook, Elliot vai a Nápoles para negociar com Phaedra. Historiador de renome e autor de livros respeitados, tudo indica que ele seja a pessoa ideal para a tarefa.

Porém, em vez de encontrar a bela mulher descansando à beira do mar Tirreno, Elliot descobre que ela está presa por causa de uma acusação injusta. Graças ao prestígio da família, o nobre consegue libertá-la, mas também se torna responsável por ela até voltarem à Inglaterra.

Percorrendo juntos uma das regiões mais belas e românticas da Europa, eles vão descobrir que discordam de quase tudo o que o outro pensa ou faz – exceto o que fazem juntos na cama. E, nessa aula de prazer, será cada vez mais difícil saber qual dos dois tem mais a ensinar.

O QUE EU ACHEI!?

Apesar de ter sido criado longe do pai e ter visto como ele tratava os irmãos, Elliot tem um senso de dever com o nome do pai quando descobre que uma fofoca antiga está prestes a ganhar fortes indícios de que realmente aconteceu. Como isso irá acontecer? O pai da Srta. Phaedra deixou um manuscrito com suas memórias para ser publicado.

Elliot vai atrás de Phaedra em Nápoles para tentar comprar a parte em que seu pai é mencionado. Ao abordar Phaedra, ela é convicta em sua decisão de publicar o livro inteiro, sem cortes ou suprimir nenhuma história. Mas devido a eventos ocorridos e inesperados, Phaedra está presa a Elliot pelo resto da viagem deles, e ele quer aproveitar isso para tentar convence-la a mudar de ideia. É lógico que eles se apaixonam durante esse período que passaram juntos, e até rola um casamento de mentira entre eles, será?

Eu queria poder falar mais sobre Phaedra, sobre esses ensinamentos deixados pela mãe dela e que sim, algumas coisas tem lógica, outras eu acho que nem tanto. Mas é um assunto delicado, melhor ficar quieto.

É legal reler o livro, momentos de vida diferentes, dias diferentes, não sei, a primeira vez que eu li, eu lembro que achei chatooooo demais, li só porque tinha gostado muito do primeiro e já tinha comprado a série toda, então.. Mas dessa vez foi diferente, eu acho que a parte da viagem ainda foi longa, poderia ter sido menor essa parte no livro, mas eu não achei massante e até bem interessante se passar em outro lugar, com outra cultura.

Espero que tenham gostado,

Até a próxima!!!

Andressa.

[RESENHA] AS REGRAS DA SEDUÇÃO – MADELINE HUNTER

Ei Pessoas,

Tudo certo com vocês?

Bora começar mais uma série de Romance de Época? Dessa vez a série completa, estou relendo todos os meus livros que ainda não estão aqui no blog.

AsRegrasdaSeduçãoNOVA15mm.indd

SINOPSE

Lorde Hayden Rothwell chega à casa de Alexia Welbourne sem aviso e sem ser convidado – um homem poderoso e sedutor, movido por interesses obscuros. Sua visita anuncia a ruína financeira da família de Alexia e o fim das esperanças da jovem de um dia conseguir um bom casamento.

Para se sustentar, a moça recebe a proposta de ser dama de companhia de Lady Henrietta Wallingford e preceptora de sua filha. O problema é que a oferta vem do sobrinho de Henrietta, ninguém menos que lorde Hayden.

Morando na casa da tia de Rothwell, Alexia descobre que a proximidade com o homem que destruiu sua família pode ser perigosamente irresistível. Num gesto impensado, ela se entrega a ele, e ambos se veem obrigados a se casar.

O que Alexia não sabe é que os atos aparentemente arrogantes de seu belo e sensual marido são motivados por uma dívida de honra que pode levá-lo a sacrificar tudo.

Com tantas mágoas e segredos entre eles, o casal tem tudo para se manter afastado. Mas Hayden é um homem apaixonante e Alexia, a tentação que o faz perder a cabeça. Morando sob o mesmo teto, eles acabam se aproximando e, juntos, vão descobrir um jogo de sedução em que cada um faz as próprias regras.

O QUE EU ACHEI?

Depois da ruína familiar causada por Hayden, a ultima coisa que Alexia deseja é trabalhar como perceptora de sua prima, porém, com a necessidade se ter um lugar para viver e quem sabe conseguir ajudar as suas primas, Alexia não tem outra saída.  Só que Hayden quer muito mais que a ajuda dela para o debute de Caroline.

Mesmo com toda raiva que sente de Hayden pelo o que ele fez com sua família, Alexia sente um desejo inexplicável por ele e não consegue fugir da tentação por muito tempo. Hayden que parecia que pediria para que Alexia se tornar sua amante, faz uma proposta diferente, a pede em casamento. Mesmo podendo perder o contato com sua família, Alexia aceita, e esse é só o primeiro desafio no casamento deles.

O livro não foca muito nos personagens principais, ele foca muito em introduzir a história das duas famílias, tanto que achei que ficou mal contado que “melancolia” é essa que vem da mãe do Hayden. Foi bem superficial como era a relação de Hayden com seus pais e porque ele é assim, não lembro mais, mas acredito que isso vai ter foco nos próximos livros, talvez no do Christian, irei redescobrir isso com vocês! Mas mesmo assim acho o livro maravilhoso, a forma como o casal de apaixona é bonito de se ler. Acho que a Madeline tem uma escrita muito parecida com a da Julia,  que me faz gostar muito dos livros dela.

Espero que tenham gostado,

Até a próxima!

Andressa.

[RESENHA] UM SEDUTOR SEM CORAÇÃO – LISA KLEYPAS

Ei Pessoas,

Tudo certo com vocês?

Hoje vou iniciar mais uma série que só tem o primeiro livro lançado, mesmo com as capas de outros 3 já prontas no site do Arqueiro. Por que não lançam todos juntos? Seria tão mais fácil e legal!

9788580418156

SINOPSE

Devon Ravenel, o libertino mais maliciosamente charmoso de Londres, acabou de herdar um condado. Só que a nova posição de poder traz muitas responsabilidades indesejadas – e algumas surpresas.

A propriedade está afundada em dívidas e as três inocentes irmãs mais novas do antigo conde ainda estão ocupando a casa. Junto com elas vive Kathleen, a bela e jovem viúva, dona de uma inteligência e uma determinação que só se comparam às do próprio Devon.

Assim que o conhece, Kathleen percebe que não deve confiar em um cafajeste como ele. Mas a ardente atração que logo nasce entre os dois é impossível de negar.

Ao perceber que está sucumbindo à sedução habilmente orquestrada por Devon, ela se vê diante de um dilema: será que deve entregar o coração ao homem mais perigoso que já conheceu?

Um sedutor sem coração inaugura a coleção Os Ravenels com uma narrativa elegante, romântica e voluptuosa que fará você prender o fôlego até o final.

O QUE EU ACHEI!?

Devon não é só um libertino, é também um tremendo de um grosso cabeça dura. Falaram mal de Robert, mas acho que Devon fica devendo pra ele. Apesar de em um primeiro momento sua intenção ser de vender tudo que herdou para ver se da para pagar as dividas acumuladas na própria herança, Devon decide tentar recuperar tudo, afinal, muitas famílias dependem dele agora. O trabalho já é bem árduo e Kathleen deixa tudo mais difícil,  a viúva do antigo conde.

Ambos tem temperamentos fortes e isso faz com que batam de frente o tempo todo, mas, Kathleen sabe que ela não tem o poder de decisão e deve acatar as decisões de Devon. Num primeiro momento Kathleen parece ser forte e indiferente, mas por dentro é tão sensível quanto uma pessoa deve ser.

O livro não é exatamente focado no casal, e conhecemos bastante de West, irmão de Devon e vemos até o casal do próximo livro se formar (aliás, estou super curiosa para ler o próximo). Com isso não existem muitos momentos do casal. Tinha me esquecido que essa escritora adora colocar um acidente grave nos seus livros, e acho que isso fica meio repetitivo. Gostei desse livro? Gostei, mas estou com a expectativa muito mais alta pro próximo. Acho que ela não desenvolveu muito os personagens principais nesse livro e fica difícil dizer quem são eles. Muito facilmente daqui a uns 3 meses não saberei contar nada sobre esse livro.

OUTROS COMENTÁRIOS

“A caracterização perspicaz, a química entre os personagens, uma pitada de humor mordaz e um herói lindo de morrer – tudo isso deixará as legiões de fãs de Lisa Kleypas encantadas.” – Booklist

“Uma narrativa temperada com tiradas espirituosas e cenas sensuais. A mudança nas motivações dos personagens eleva este romance a um lugar de destaque.” – RT Book Reviews 

Espero que tenham gostado,

Até o próximo!!!

Andressa.

[RESENHA] MAIS LINDO QUE A LUA – JULIA QUINN

Ei Pessoas,

Tudo certo com vocês?

Começando mais uma duologia da minha querida Julia, hoje vamos de Mais Lindo que a Lua! Infelizmente o segundo ainda não estava lançado quando comprei esse, não entendo porque não lançam os livros juntos.

9788580417975_1

SINOPSE

Foi amor à primeira vista. Mas Victoria Lyndon era a filha do vigário, e Robert Kemble, o elegante conde de Macclesfield. Foi o que bastou para os pais dos dois serem contra a união. Assim, quando o plano de fuga dos jovens deu errado, todos acreditaram que foi melhor assim.

Sete anos depois, quando Robert encontra Victoria por acaso, não consegue acreditar no que acontece: a garota que um dia destruiu seus sonhos ainda o deixa sem fôlego. E Victoria também logo vê que continua impossível resistir aos encantos dele. Mas como ela poderia dar uma segunda chance ao homem que lhe prometeu casamento e depois despedaçou suas esperanças?

Então, quando Robert lhe oferece um emprego um tanto incomum – ser sua amante –, Victoria não aceita, incapaz de sacrificar a dignidade, mesmo por ele. Mas Robert promete que Victoria será dele, não importa o que tenha que fazer. Depois de tantas mágoas, será que esses dois corações maltratados algum dia serão capazes de perdoar e permitir que o amor cure suas feridas?

O QUE EU ACHEI!?

Poucos livros começam dessa forma, de cara já vemos Robert se apaixonando por Victoria a primeira vista. Mas não pense que foi só da parte dele não, Victoria também se apaixona por ele em apenas uma tarde. Dois meses se passam e eles já estão fazendo juras de amor um ao outro, só que o pai de Victoria não está nada feliz com o romance dos dois. Afinal, quando um conde irá se casar com a filha de um vigário? O pai dela acha que ele só quer usar dela e depois sumir. Ele manda Victoria terminar a corte, só que ela resolve conversar com Robert sobre isso. Robert então decide que é hora de conversar com o pai dele. A conversa não é nada boa, e Robert decide que fugir para casar é a melhor decisão.

No dia da fuga, quando Victoria já estava se preparando para sair pela janela, se lembrou de um quadro que a mãe havia pintado e que o pai prometera que seria dela no dia em que se casasse. Quando foi buscar, acabou fazendo barulho e o pai descobrindo o que ela pretendia fazer. Além de bater nela, o pai também a mantém amarrada. Depois de mais de uma hora esperando Victoria no local combinado e ela não aparecer, ele vai até o quarto dela e vê vitoria de costas para a janela, coberta e dormindo.

Os acontecimentos dessa noite, geram um monte de mal entendidos e quando Robert encontra Victoria 7 anos depois, ambos estão diferentes. A ligação entre eles é bem forte, mas Robert pensa que Victoria é uma interesseira e Victoria acha que Robert só queria usar dela.

Vi algumas resenhas falando mal de Robert, que ele foi ruim com Victoria. Mas eu não achei não, acho que as atitudes que os dois tomaram foram por causa de toda magoa guardada a tantos anos. Torci muito pelos dois e não via a hora de que descobrissem toda a verdade sobre aquela noite. E sofri quando vi que mesmo descobrindo a verdade a situação deles não se resolveu. To bem ansiosa pelo próximo, será que o par de Ellie vai ser o Basil?

Espero que gostem, até o próximo!

Andressa.

[RESENHA] COMO SE CASAR COM UM MARQUÊS – JULIA QUINN

Ei Pessoas,

Tudo certo com vocês?

Hoje vamos falar do segundo livro dessa duologia (não podiam ser tipo uns 5 agentes?) da Julia com uma participação mega especial!

9788580417616

SINOPSE

Elizabeth Hotchkiss precisa se casar com um homem rico, e bem rápido. Com três irmãos mais novos para sustentar, ela sabe que não lhe resta outra alternativa.

Então, quando encontra o livro Como se casar com um marquêsna biblioteca de lady Danbury, para quem trabalha como dama de companhia, ela não pensa duas vezes: coloca o exemplar na bolsa e leva para casa.

Incentivada por uma das irmãs, Elizabeth decide encontrar um homem qualquer para praticar as técnicas ensinadas no pequeno manual.

É quando surge James Siddons, marquês de Riverdale e sobrinho de lady Danbury, que o convocou para salvá-la de um chantagista. Para realizar a investigação, ele finge ser outra pessoa. E o primeiro nome na sua lista de suspeitos é justamente… Elizabeth Hotchkiss.

Intrigado pela atraente jovem com o curioso livrinho de regras, James galantemente se oferece para ajudá-la a conseguir um marido, deixando-a praticar as técnicas com ele. Afinal, quanto mais tempo passar na companhia de Elizabeth, mais perto estará de descobrir se ela é culpada.

Mas quando o treinamento se torna perfeito demais, James decide que só há uma regra que vale a pena seguir: que Elizabeth se case com seu marquês.

O QUE EU ACHEI!?

Após 5 anos a morte de seus pais, Elizabeth decide que é hora de se casar. As contas não fecham e eles (Elizabeth e os 3 irmãos mais novos) provavelmente serão expulsos após o vencimento do aluguel do chalé em que moram. Mesmo sendo dama de companhia de LADY DANBURY, SIIIIMMMM, ELA MESMO, COM TODA SUA GRAÇA!!!!! O dinheiro não está sendo suficiente nem mesmo para colocar comida à mesa. Depois de Lady Danbury liberar Elizabeth mais cedo pois iria encontrar o novo administrador de sua casa em Surrey, Lizzie encontra um livro intrigante na biblioteca “COMO SE CASAR COM UM MARQUÊS”, ela tenta, mas não consegue resistir e acaba levando o livro pra casa. Afinal, ela não quer necessariamente um Marquês, mas sim um homem que possa ajuda-la com as despesas.

James que já conhecíamos do livro anterior recebe um pedido muito estranho de sua tia, Lady Danbury. Ela solicita que ele vá até Surrey mas não como o Marquês de Riverdale e inventa até outro sobrenome pra ele. James fica intrigado, mas faz o que foi pedido. Elizabeth é super desastrada e ele mal chega a propriedade e já esbarra com ela, literalmente, e lógico fica intrigado com a loura baixinha. James descobre que sua tia está sendo chantageada por um segredo a muitos anos escondido e por isso ela pediu que ele viesse disfarçado, quer que ele descubra quem é o chantagista.

Apesar do primeiro e segundo dialogo entre eles ter sido bem estranho, quando eles começam a conversar “sem máscaras” a paixão começa a surgir.

Achei esse infinitamente melhor que o primeiro, não ficou aquela coisa chata de perdi meu primeiro amor e não posso mais ser feliz. Apesar que no começo do livro achei chato que focou muito em Elizabeth e os irmãos, queria ler interação entre os personagens principais logo. Mas ai eu percebi que conhecer os irmãos dela fazia parte, se não, como poderíamos torcer para o melhor para eles também? Eu tive a impressão de que esse livro “COMO SE CASAR COM UM MARQUÊS” ou algo muito parecido já apareceu em algum outro livro que eu já li, não sei se da Julia ou de alguma outra autora. Agora, vocês precisam descobrir, será que fingir ser uma outra pessoa pode dar certo? Rs

Nesse livro senti um pouco do que sentia lendo os livros do Bridgertons, não sei se foi Lady Danbury que me trouxe esse saudosismo. Aliás, que está exatamente como está nos outros livros, intrometida, inconveniente quando deseja, língua afiada e essas coisas que nós já sabemos.

OUTROS COMENTÁRIOS

Considerada “a rainha dos romances de época” pela Goodreads, os livros de Julia Quinn atingiram a marca de 10 milhões de exemplares vendidos no mundo.

“Julia Quinn é nossa Jane Austen contemporânea.” – Jill Barnett

Espero que tenham gostado, até o próximo!!

Andressa.

[RESENHA]COMO AGARRAR UMA HERDEIRA – JULIA QUINN

Ei Pessoas,

Tudo certo com vocês?

Hoje começando uma duologia da minha querida Julia Quinn, partiu!? Esse foi um dos primeiros livros que ela escreveu! =D

9788580417593

SINOPSE

Quando Caroline Trent é sequestrada por engano por Blake Ravenscroft, não faz o menor esforço para se libertar das garras do agente perigosamente sedutor. Afinal, está mesmo querendo escapar do casamento forçado com um homem que só se interessa pela fortuna que ela herdou.

Blake a confundiu com a famosa espiã espanhola Carlotta De Leon, e Caroline não vai se preocupar em esclarecer nada até completar 21 anos, dali a seis semanas, quando passará a controlar a própria herança milionária. Enquanto isso, é muito mais conveniente ficar escondida ao lado desse sequestrador misterioso.

A missão de Blake era levar “Carlotta” à justiça, e não se apaixonar por ela. Depois de anos de intriga e espionagem a serviço da Coroa, o coração dele ficou frio e insensível, mas essa prisioneira se prova uma verdadeira tentação que o desarma completamente.

O QUE EU ACHEI!?

Caroline é uma dama que perdeu os pais muito cedo e por isso passou nas mãos de vários tutores até o ultimo que passou dos limites. Seu tutor agora é Oliver, que mandou o próprio filho violentar Caroline para que o casamento fosse inevitável, mas Caroline é mais esperta e consegue se livrar das garras de Percy. Ao fugir da casa, Caroline é detida por um homem que pensa que ela é outra pessoa. Ela até tenta dizer que não é quem ele pensa, mas depois resolve que é melhor assim, afinal ela precisa de 6 semanas para poder colocar as mãos na sua herança e se livrar do seu tutor.

Blake é um agente disfarçado e que acredita que conseguiu capturar sua ultima missão, ao levar a dama para casa percebe que não vai ser tão fácil arrancar informações dela. Apesar de saber que Carlotta é uma traidora, Blake se sente atraído por ela. O que com certeza é  muito errado. Mas ele tem um trunfo na mão, seu amigo o Marquês de Riverdale. O mesmo que revela o segredo de Caroline, ela não é a Carlotta.

Depois de contar sua história, ambos percebem que ela pode ajudar nos planos deles para capturar a verdadeira Carlotta e Blake aceita que ela permaneça na casa até completar os 21 anos. Só que a gente sabe que essas coisas não dão certo né, ainda mais com a atração que Caroline e Blake tem um pelo outro. Por serem teimosos, apesar da atração brigam o tempo todo, mas é engraçado de ler, ainda mais quando o James está junto.

O livro é bom, mas acho que daqui algumas semanas não vou lembrar direito dos personagens, achei que faltaram detalhes e a intensidade que tinham nos livros do Bridgertons. Se alguém falar comigo que está lendo essa série (Bridgertons), eu sempre converso e lembro de muitos detalhes. Outra coisa que eu não gostei muito foram os nomes de alguns personagens dos livros dos Bridgertons nesse, não são as mesmas pessoas, mas como foram os nomes deles que são marcantes eu fiquei um pouco bolada na hora, porque os Bridgertons são os Bridgertons!

E vocês, acharam o que?

OUTROS COMENTÁRIOS

“Uma história encantadora que lhe proporcionará uma leitura agradável e bons sonhos.” – RT Book Reviews

“Outra jornada incrivelmente divertida escrita pela brilhante Julia Quinn.” – Writerswrite.com

Espero que gostem, até o próximo!

Andressa.

 

[RESENHA] CILADA PARA UM MARQUÊS – SARAH MACLEAN

Ei Pessoas,

Tudo certo com vocês?

Depois de um tempo sem ler meu gênero literário favorito, hoje começo uma série nova e que infelizmente não está toda lançada. Ansiosa para ler o próximo livro e para que outros sejam lançados logo!

download

 

SINOPSE

“De todas as bobagens incríveis que ele já tinha visto as mulheres fazendo ao longo de sua vida, aquela era, sem dúvida, a pior.” Sophie Talbot é conhecida pela Sociedade como uma das Irmãs Perigosas – mulheres Talbot que fazem de tudo para se arranjar com algum aristocrata. O apelido chega a ser engraçado, pois se existe algo que Sophie abomina é a aristocracia. Mas parece que mesmo não sendo uma irmã tão perigosa assim, o perigo a persegue por todos os lugares. Quando a mais “desinteressante” das irmãs Talbot se torna o centro de um escândalo, ela decide que chegou a hora de partir de Londres e voltar para o interior, onde vivia antes de seu pai conquistar um título. Em Mossband, ela pretende abrir sua própria livraria e encontrar Robbie, um jovem que não vê há mais de uma década, mas que jura estar esperando por ela. No entanto, ao fugir de Londres, seu destino cruza com o de Rei, o Marquês de Eversley e futuro Duque de Lyne, um homem com a fama de dissolver noivados e arruinar as damas da Sociedade. Rei está a caminho de Cumbria para visitar o odioso pai à beira da morte e tomar posse de seu ducado. Tudo o que ele menos precisava era de uma Irmã Perigosa em seu encalço. O Marquês de Eversley está convicto de que Lady Sophie Talbot invadiu sua carruagem para forçá-lo a se casar com ela e conquistar um título de futura duquesa. Já Sophie tenta provar que não se casaria com ele nem que fosse o último homem da cristandade. Mas e quando o perigo tem olhos verdes, cabelos claros e a língua afiada? Essa viagem será mais longa do que eles imaginavam…

O QUE EU ACHEI!?

Sophie faz parte das irmãs que são denominadas “irmãs perigosas”, uma vez que uma delas aparentemente armou uma cilada para se casar com um duque. Apesar de suas irmãs e de sua mãe amarem o mundo da aristocracia, Sophie não se sente assim tão a vontade. Elas são filhas de um trabalhador e que adquiriu o titulo de conde em uma mesa de apostas. Isso faz com que elas sejam tratadas da mesma forma como um americano era recebido no meio deles.

Em um evento Sophie flagra o marido da irmã grávida com outra mulher e não se contém já que sua irmã não se defende. Num ataque de fúria ela joga o duque em um tanque com os peixes estimados da anfitriã. Imediatamente é ignorada pela sociedade e ela resolve fugir, por não aguentar mais essa vida. Enquanto pensa numa solução para seus problemas o Marquês de Eversley cruza seu caminho e ela imediatamente acha que ele é a solução para seus prolemas.  Sophie é uma mulher obstinada em seus objetivos apesar de se sentir insegura em relação a ela mesmo. Ela não desiste fácil de suas ideias.

Rei é o famoso libertino que não está nem ai para o que pensam sobre ele, na verdade ele faz questão de arruinar noivados por Londres. Quando foge de um encontro amoroso por uma treliça, Rei da de cara com com Sophie, que faz uma proposta para ele. Se ele a tirar do evento, ela devolve sua bota. Como ele não liga mesmo, da as costas a Sophie mesmo sem um par de botas. Rei não é um brutamontes, mas também não é um cavalheiro.

Depois que Sophie resolve se vestir de criado para fugir na carruagem de Rei, é uma confusão atrás da outra. Achei original a forma como eles se aproximam, mas como sempre eles possuem seus segredos. Mas não segredos que são exatamente escondidos da gente, então, prefiro assim. rs Eu gosto bastante dos livros da Sarah, apesar que tiveram dois que não foram tão legais assim de ler, mas o que são bons, são realmente bons! Esse é um deles e não tenho nada para reclamar.

 

Espero que tenham gostado, até o próximo!

Andressa.

 

[RESENHA] ONZE LEIS A CUMPRIR NA HORA DE SEDUZIR – SARAH MACLEAN

Ei Pessoas,

Tudo certo com vocês?

Continuando com a série Os Números do Amor, hoje temos o terceiro e ultimo livro. Me pergunto como eu tinha me esquecido, mas lá na série do O Clube dos Canalhas, Penélope foi abandona por Simon após ter anunciado o noivado! Tadinha, mas ai a gente entende os motivos de Simon e vamos ser sinceras, ela encontrou uma pessoa bem melhor pra ela.

download

SINOPSE

Juliana Fiori é uma jovem ousada e impulsiva, que fala o que pensa, não faz a menor questão de ter a aprovação dos outros e, se necessário, é capaz de desferir um soco com notável precisão. Sozinha após a morte do pai, ela precisa deixar a Itália para viver com seus meios-irmãos na Inglaterra.

Ao desembarcar no novo país, sua natureza escandalosa e sua beleza estonteante fazem dela o tema favorito das fofocas da aristocracia. Pelo bem de sua recém-descoberta família britânica, Juliana se esforça para domar seu temperamento e evitar qualquer deslize que comprometa o clã. Até conhecer Simon Pearson, o magnífico duque de Leighton.

O poderoso nobre não admite nenhum tipo de escândalo e defende o título e a reputação da família com unhas e dentes. Sua arrogância acaba despertando em Juliana uma irresistível vontade de desafiá-lo e ela decide provar a ele que qualquer um – até mesmo um duque aparentemente imperturbável – pode ser levado a desobedecer as regras sociais em nome da paixão.

O QUE EU ACHEI?

Ai gente, sei lá, se eu falar só que foi uma decepção fica bom? Rs.

Comecei a ler i livro super empolgada né, afinal, Juliana e Simon já tinham tido o primeiro encontro deles no primeiro livro e foi fofo! No segundo encontro, quando Juliana comparece ao primeiro baile dela, Simon e mãe dele fazem bullying com ela e Callie defende. Ai você pensa o que? Vamos ver como ele vai superar todo esse ranço que ele sente por pessoas que não pertencem a aristocracia. Não que o livro não seja isso, lógico que é, porque se não, como eles ficariam juntos no final?

As primeiras páginas são ótimas! No primeiro encontro deles nesse livro, ele demonstra todo essa indiferença que foi criado para sentir de pessoas como ela. E ai vão tendo umas passagens de quando eles se conheceram e ele se encantou por ela, e como ela conseguiu não dizer quem era para ele, pois isso estragaria tudo. Depois que ele descobre quem é Juliana de verdade, passa a trata-la super mal e jogar na cara dela toda hora que ela um escândalo ambulante e ela na dele que ele era um cara frio e impassível. Até ai eu estava gostando, mas eis que Juliana faz uma aposta com Simon, ela quer duas semanas para provar que fazer as coisas com paixão é muito melhor. Sério?! Achei forçada essa “aposta” e uma pouco desnecessária. Não sei se a escritora queria fazer algo diferente de alguns livros que eu mesmo tenho em casa, tem resenha até aqui no blog. O homem é o exemplo da aristocracia e a mulher tudo que a dama não deve fazer. Dai, pra dizer que tem algo a mais na historia, enfiou a tal da aposta. Não seria melhor o casal que se apaixona perdidamente mesmo sendo tão diferentes e que não conseguem ficar longe um do outro? Me esforcei pra terminar de ler, não aguentava mais e parecia que o livro nunca acabava.

O que mais gostei desse livro? Penélope, sem sombra de dúvidas e ela nem aparece muito. Se quiser ler resenha do livro dela, só clicar no link abaixo.

Entre o Amor e a Vingança

OUTROS COMENTÁRIOS

“Ótimo livro! Amei. Que cenas arrebatadoras! Fantástico!” – Eloisa James, autora de Quando a Bela domou a Fera

“Um absoluto deleite: espirituoso, inteligente, com personagens maravilhosamente sedutores.” – Booklist

OUTROS LIVROS DA SÉRIE

Nove Regras a Ignorar Antes de se Apaixonar

Dez Formas de Fazer um Coração se Derreter

Espero que tenham gostado,

Até a próxima!

Andressa.

[RESENHA] DEZ FORMAS DE FAZER UM CORAÇÃO SE DERRETER – SARAH MACLEAN

Ei Pessoas,

Tudo bem com vocês?

Continuando com Os Números do Amor, hoje vamos do segundo livro da série. Ah, eu falei que só o ultimo livro dessa série teria ligação com o 4º do O clube dos Canalhas, mas esse também tem, muito!

9788580415292

SINOPSE

Isabel Townsend não é exatamente o que se espera da filha de um conde. Apesar de ter a pele delicada e de saber se portar como uma dama quando necessário, a jovem também monta a cavalo, conserta telhados, administra a propriedade e cria o irmão caçula desde que a mãe faleceu – tudo isso sem despertar a menor suspeita de que não há um homem sequer para cuidar de sua família.

Para o pai dela, que só queria se divertir e gastar dinheiro em jogatinas, pouco importava o que ela fizesse. Porém, quando ele morre, Isabel se vê sem recursos e precisa defender os direitos do irmão, ameaçados pela chegada iminente de um tutor. Assim, não lhe resta saída senão vender sua coleção de estátuas de mármore, o único bem que herdou.

Para sorte sua, um especialista em antiguidades acaba de chegar ao condado. Inteligente e sensual, lorde Nicholas St. John é um solteiro convicto que deixou Londres para se livrar das jovens que passaram a persegui-lo desde que foi eleito um dos melhores partidos da cidade.

Em poucos dias, fica claro para Nick que Isabel é a mulher mais obstinada e misteriosa – além da mais interessante – que já cruzou seu caminho. Ao mesmo tempo, ao conhecê-lo melhor, a independente Isabel percebe que há homens em que vale a pena confiar. Enquanto eles põem de lado suas antigas convicções, seus corações se abrem para dar uma chance ao amor.

O QUE EU ACHEI!?

Bem diferente do primeiro, nesse livro temos Nick que parece ter receio do amor, não igual ao irmão que preferia não acreditar por causa do abandono de sua mãe. Porém, esse receio de Nick não deixa de ser uma consequência dos atos dela. Logo no começo do livro vemos Nick com seu melhor amigo, Rock e seu irmão rindo e zoando de sua cara devido a uma matéria que saiu em um revista, Nick era mencionado com o Lorde mais desejado e disponível dos últimos tempos. Isso causa uma euforia entre as mulheres que os cercam por todos os lados, e todos os tipos de mulheres. Com sua impaciência já em nível máximo, ele diz até que pretende sair de Londres por causa do assedio. Até que o Duque de Leighton aparece e faz um pedido a Nick, que ele procure sua irmã que fugiu de casa. Percebemos ali uma tensão no ar, ele era a pessoa certo para o serviço, mas alguma coisa aconteceu no passado de Nick que o fez desistir de ser o bulan (caçador). Como foi um amigo que pediu, ele diz que vai trazer a irmã de Simon de volta.

Assim que chega a cidade que Georgiana foi vista pela ultima vez, Nick cruza e salva a vida de uma mulher um tanto peculiar.

No primeiro momento Isabel achou que aquele encontro com Nick tinha caído do céu, e que ela estava no lugar certo e na hora certa. Era exatamente pra ele quem ela enviaria uma carta, precisava que ele avaliasse umas esculturas para ela. Nick fica totalmente intrigado com ela e a cada encontro mais ainda, porque sim, ela é cheia de excentricidades e segredos também. Isabel é o tipo de mulher forte que segura as pontas da forma como pode, seja tendo que consertar um telhado ela mesma ou batalhando para manter sua casa. Eu entendo um pouco do receio dela, ser apostada pelo pai mais de uma vez, ter sido abandonada pelo mesmo para criar do irmão pequeno, ter uma mãe que a culpa pela partida do pai… são fardos pesados para se carregar de tão nova.

Existe um segredo em sua casa, e depois de ter ficado preso em Thousand Park por causa de uma tempestade, Nick tenta arrancar esse segredo a todo custo de Isabel, mas ela é difícil e não sede, ele também está escondendo o real motivo de estar ali, naquela cidade. Então mais uma vez, não acho que ela está assim tão errada em não confiar. Apesar de todas as desconfianças, a atração e crescente entre eles. Será que esse romance pode dar certo?

Esse livro ao meu ver, é muito melhor que o primeiro. Eu me envolvi mais, torci mais e fiquei super tensa no final. O que será que iria acontecer com os dois? A gente sabe que no final tudo fica certo, mas é difícil ver um dos personagens sofrer. Ansiosa pela próximo, estou indo para ele assim que terminar de escrever aqui.

OUTROS COMENTÁRIOS

“Uma história arrebatadora, sensual e comovente, que não deixa nada a dever ao primeiro livro. Os personagens nos conquistam e o ritmo perfeito da trama, junto com os diálogos magistrais, multiplica o prazer.” – Romantic Times Book Reviews

“Inteligentes e românticos, os livros deSarah MacLean contêm a simplicidade e o prazer absoluto que só escritores experientes são capazes de proporcionar.É maravilhoso imaginar as histórias que essa talentosa autora ainda vai criar.” – New York Journal of Books

Primeiro Livro da Série – 9 Regras a Ignorar Antes de se Apaixonar

Espero que tenham gostado,

Até o livro de Juliana!

Andressa.